Mauro Montaury 09 Jul , 2010

Tags

Post

Camomila: Do Jardim para o Bule

Por Dr. Mauro Montaury
 
A Camomila (Matricaria Chamomilla) pode surpreender por suas utilidades: além de ornamental, produz um chá calmante e digestivo, suaviza a pele e embeleza os cabelos.
 
Trata-se de uma das ervas mais antigas que a humanidade já utilizou. O intenso aroma despertou o interesse pela planta e antigos pesquisadores, atraídos pelo doce perfume, acabaram por descobrir várias das propriedades que tornaram a camomila tão famosa.
 
Os antigos egípcios tratavam uma doença semelhante à malária com o chá de suas flores. Ficou muito conhecido também um tipo de vinho aromatizado com flores de camomila.
 
"Na Espanha, por exemplo,
esse vinho era usado como digestivo".
 
 
 
 
Popularmente, a planta é usada contra problemas digestivos, gases intestinais, ataque de vermes, gastrites, insônias, reumatismo, dores musculares, dores na coluna e dores ciáticas.
 
O conhecido "chazinho de camomila" é muito usado nos cuidados com os bebês, seja para acalmar as cólicas ou na higiene, limpando as crostinhas da cabeça.
 
As pequenas e delicadas flores da camomila concentram potentes óleos voláteis responsáveis pelos efeitos antiinflamatório, antiséptico, sedativo e antiespasmódico. Esses óleos atuam de duas formas:
 
. Acalmam os músculos e nervos internos (o que explica o uso em cólicas nos bebês e cólicas menstruais), e,
. Exercem um efeito emoliente sobre a pele.
"O tradicional chá de camomila é reconhecido como um relaxante e tranqüilizante natural, que ajuda a tratar problemas provocados por tensão nervosa, como insônia, dores de cabeça, etc".
 
Na cosmética, seus poderes são conhecidos há mais de 4 mil anos.
 
O chá natural é usado para realçar o tom dourado dos cabelos louros. Em compressas, suaviza olheiras e inchaço dos olhos. O responsável por essas maravilhas é o óleo essencial da camomila, chamado azuleno - um ingrediente muito utilizado pela moderna industria cosmética.
 
A ornamental vai do jardim para o bule
 
A camomila é uma erva da família das Compostas e adapta-se praticamente a qualquer tipo de terreno. É uma planta herbácea anual que alcança, em média, de 30 a 50 cm de altura. Suas flores miúdas, semelhantes a margaridinhas brancas com o miolo amarelo, exalam um perfume delicado e enfeitam canteiros e vasos. O caule é ramificado e suas folhas bem recortadas.
 
Originária da Europa, a camomila prefere clima ameno, mas é capaz de adaptar-se bem, desde que o clima não seja muito quente.
 
* Plantio
 
Por meio de sementes, no período de abril a maio.
 
Para o cultivo em vasos ou jardineiras, recomenda-se que eles tenham pelo menos 20 cm de altura. As sementes não devem ser enterredas muito fundo, pois necessitam de luminosidade para brotar.
 
Regas: manter o solo úmido, sem encharcar e diminuir as regas no inverno.
 
Cuidados: a camomila precisa receber luz solar direta por pelo menos 5 horas diárias. Recomenda-se a adubação orgânica, mas deve-se evitar o uso de qualquer tipo de produto químico, uma vez que a erva é usada na preparação de chás.
 
Métodos naturais de controle de pragas podem ser muito úteis, no caso de suspeita de ataque de pragas.
 
Colheita: as flores, onde se concentram as propriedades medicinais da planta, devem ser colhidas no período de junho a setembro. Normalmente após a colheita é preciso fazer o replantio, pois seu ciclo de vida é anual. Para conservação das flores, deixe-as secando à sombra, em local ventilado, depois guarde-as em um recipiente de vidro bem tampado.
 
 
 
 

* Dicas de uso
 
 
 
 
 
Contra a insônia: Use flores secas de camomila para fazer travesseiros. Seu aroma delicado e suave ajuda a acalmar e diminuir a ansiedade.
 
 
 
 
 
Compressas: Para combater inflamações e inchaços dos olhos, recomenda-se aplicar compressas com o chá de camomila. Utilize um pano bem limpo, embebido no chá morno, coloque suavemente sobre os olhos.
 
Banho calmante e relaxante: Coloque um punhado de flores secas na água morna da banheira. É ideal para acalmar a agitação dos bebês e favorecer um sono tranqüilo.
 
Suavizante da pele: O óleo de camomila (encontrado nas boas farmácias de manipulação) é um ótimo suavizante para queimaduras e irritações da pele.
 
Para limpar as crostinhas da cabeça do bebê: Misture uma colher (sopa) de flores de camomila a uma xícara (café) de óleo de cozinha. Leve ao fogo, em banho-maria, por 3 horas. Coe num pano fino e esprema bem. Use embebido em algodão, passando delicadamente sobre as crostinhas.
 
Para aliviar dores: Faça o mesmo preparado explicado para as crostinhas do bebê. Aplique o óleo e cubra a região dolorida com gaze ou uma fralda de pano limpa.
 
* Curiosidade
 
Dizem que a camomila dá muita sorte e ajuda a atrair dinheiro, por isso, em tempos remotos, os jogadores costumavam lavar suas mãos com chá de camomila antes de jogos importantes.   * Fonte: Aroma - Vida Saudável

Comentarios