PANDEMIA DO MÊDO/PÂNICO PRE COVID-19 PARTE I

Por Dr.Mauro Montaury

Resolvi escrever este conteúdo por apresentar uma visão diferente da realidade e uma consciência humanista, em relação com a situação atual das pessoas que estão sofrendo pelo que não conhecem.SOFRIMENTO

Em períodos de tempo, a Humanidade é assolada por doenças que fogem ao controle. São novas em tratamento ou não estão nos sintomas clássicos das doenças conhecidas. Todas doenças são as mesmas ao longo de milênios com roupagem novas.

Existe uma doença que acompanha o ser humano desde o tempo das cavernas, e inclusive não é especifico a espécie humana e em todos os reinos ele esta mesclado com a Vida, que é o MEDO.

O Medo gera um verdadeiro redemoinho energético desarmônico dentro de cada espécie.  Os medos em meio a pandemia do virus

O animal se retrai, se encolhe ou reage com agressividade principalmente se alguns instintos básicos estão envolvidos como: fome, sede, sexo, proteção da sua linhagem, território, etc.

A Terra parece morta, não queremos vê-la como um gigante vivo adormecido, mas reage, é viva e reage com todas as forças da natureza quando contrariada.

Todos os seres vegetais agem e reagem ao Medo e a energia desarmônica que carregamos e teríamos infinitos exemplos para escrever.

O objetivo é tomarmos consciência que geramos um comportamento medroso do que não conhecemos, do que nos assustam, igual quando criança que nossos pais e ou amigos faziam para que não fizessem algo que eles não queriam.

O que aconteceu nestes 4 meses de quarentena e de Covid-19, de medo, de pânico, de doenças reais e imaginárias, do esquecimento das nossas doenças crônicas e agudas cotidianas? Criamos um comportamento doentio do medo. Acompanhada pelo seu parente, a Ansiedade. SAÚDE MENTAL ler item 7 Saúde Mental das Diretrizes da AMB-Covid-19, pagina 31.

Medo de morrer, do invisível , de doença contagiosa ,” olha o vírus” programa do Jô Soares lembrei agora.Medo de morrer e ser enterrado vivo ou em vala comum, medo de doença iminente , medo doença incurável, medo ferido emocionalmente, medo coisas imaginarias, medo imotivado, medo por inquietação , medo do mal iminente para a família, medos individuais ao longo da vida, etc.

Medo acompanhado de ansiedade, antes durante ou após o medo exteriorizado, com sintomas ou não de Covid -19, e com ansiedade por:  medo, com palpitação, com respiração ansiosa, tremendo, com expressão ansiosa da face, fora de si, durante febre, preocupação pelos outros, pelos outros da família, pela saúde dos outros da família, por doenças e saúde, e diferentes ansiedades individualizadas desenvolvidas ao longo da sua biografia humana.ANSIEDADE.

Precisamos qualificar este medo e ansiedade e ao compreender eliminamos o maior inimigo do ser humano para conhecer e saber: a ignorância, o desconhecer , o não saber. Adquirimos equilíbrio e começamos a entender nosso ser interior, a saúde vem logo a seguir.

Esta PANDEMIA do medo, é uma síndrome neurovegetativa desencadeada pelo medo e ansiedade. É a Maldição da Múmia, é um envenenamento mental que os meios de comunicação inconsequentemente geraram em toda humanidade.Não quer dizer que a doença não existe.O alarde agrava, faz esquecer as principais doenças agudas e cronicas que matam e focamos só nisso, tudo sai como Covid-19. É uma Síndrome de Burnie aguda, síndrome de stress agudo.Toda doença precisa da desarmonia para ocorrer e neste caso específico precisa da Tristeza e Depressão para que nosso sistema imunológico se torne susceptível a doença, seja qual for ela, e esta em especial.

No próximo artigo vamos escrever como desenvolver mecanismos para manter Saúde Mental saudável em tempo de Pandemia Covid.

Por Mauro Montaury Data:Mai 16, 2020 Comments :
 

Leave a Reply