Tanatologia- Mêdo e Glória do Guerreiro-Parte II

Por Dr.Mauro Montaury

Ao estudar os povos e as civilizações centradas no Homem descobrimos que a influência do capital nestes povos afasta as tradições antropológicas sociais e o processo de cultura e das vivências deles perpetuadas ao longo de sua história.

Ser o guerreiro abrange um significado de luta durante toda uma vida.

Ser guerreiro significa ter tido coragem de saber completamente e na totalidade quem você é e realizou apesar de todas as intempéries da sua vida.

Ser guerreiro não importa se é alegre ou triste, jovem ou velho, neurótico ou equilibrado, se fez bons ou maus negócios, se foi roubado pelos seus mais próximos parentes, amigos ou filhos, se realizou e construiu empresas, fábricas ou hospitais. Não podemos esquecer a sua inerente bondade baseada na justiça, na verdade e na união das pessoas.

Povos antigos tentaram apagar a memória do guerreiro. Observamos na civilização egípcia desaparecerem dos murais de pedra nome do faraó Tutmés, em diversos templos. Deixam seu corpo ser comido pelos chacais do deserto, são enterrados em covas rasas ou gavetões, escrevem seus nomes errados para serem esquecidos pela história, mas não conseguem apagar seus feitos e suas realizações.TANATOLOGIA.

Não permitem um ritual de morte e nem a dignidade do morrer. Impedem o ritual tanatológico de absolvição e de despedida do morto entre companheiros de jornada, amigos e familiares.ESTUDO SOBRE A MORTE E O MORRER.

Podem se apossar de seus bens, contarem estórias mentirosas e todos sabem o que é certo, só a mentira precisa de testemunhas e de ser reinventada. A mentira precisa ser contada diversas vezes para confundir e enganar. Mudam os dados mas a fraude é a mesma, a causa da falsidade também, assim como todo povo sabe que foi enganado.

Todos tem medo da energia do guerreiro mesmo morto e se decompondo a sua energia está no ar, na terra, no ambiente e no espírito dos homens que o conheceram e o respeitaram.

Seu coração e suas frases serão lembradas por todos e não adiantam modificar e recontar a mentira dos usurpadores do poder e das posses, passado o tempo a verdade se faz presente.

Temos guerreiros que influenciaram na PAIDÉIA de uma geração desenvolvendo as potencialidades: no saber, no cidadão, nos hábitos e na justiça, como fundamento. Ensinaram liberdade e nobreza. Desenvolveram o melhor da Alma Humana em diferentes do conhecimento.

Ser guerreiro não precisa empunhar armas, às vezes, seus instrumentos são: um bisturi, uma caneta, uma palavra, um formão, uma pá de pedreiro ou simplesmente sua presença física ou espiritual transforma tudo e a todos.

Muitas vezes são exemplo para povos, estão na consciência coletiva, são sacrificados, dependurados ou crucificados quando não esquartejados e enterrados em diferentes locais ou deixados para se decompor. Não precisamos dizer seus nomes, todos sabem quem são eles.  A história da civilização está cheia de exemplos.

Vamos citar alguns para que o tempo e a memória dos homens sejam avivados:

-Alexandre Magno, pequeno em estatura, mas sempre representado como maior que sua estatura, integrou Ocidente com Oriente, chegou até o Egito e tornou-se Faraó, e gerou o desenvolvimento do Helenismo e da miscigenação de povos.

-Sócrates o vagabundo andarilho que ensinou homens a pensar e a se conhecer e não deixou nada escrito, o que dele se sabe é pelo seu discípulo Platão e seus seguidores.

-Cristo, morreu faz milênios, contam e recontam suas histórias, suas parábolas e os Evangelhos de seus Apóstolos.

-Tiradentes, gravado na memória da Inconfidência Mineira e espalhado seu corpo e sua história.

-Gandhi, um simples ato de paz( não violência) e o estímulo ao povo de fazer suas próprias vestes e não comprar os tecidos ingleses gerou a revolução e a libertação do Império Inglês.

Todo guerreiro, quando seu nome era falado fazia multidões cingirem os rins ou dobrarem seus joelhos devido a sua fortaleza, pureza de constituição e de caráter.

A todos eles que pela sua fortaleza,dignidade e exemplo realizaram o crescimento físico, emocional e espiritual de um grupo ou influenciaram toda a Humanidade, meu respeito e admiração.

Por Mauro Montaury Data:Jul 19, 2014 Comments :
 

Leave a Reply