SEXUALIDADE,SENSUALIDADE NO ENVELHECER,Parte II

Por Dr. Mauro Montaury

 

Durante grande parte da vida a mulher precisou usar pílulas para não engravidar sobrecarregando seu corpo de hormônios sintéticos. Atualmente no climatério quando seus ovários deixam de funcionar biologicamente, não tendo mais óvulos, usa-se pílulas para terapia de reposição hormonal.

 

 

Quando a mulher estava jovem tomava hormônios para bloquear sua exuberância gonadal e agora na menopausa, quando a gônada não funciona mais ou se encontra deficiente toma hormônios para tentar voltar ao tempo que produzia hormônios! Quem ganha? É a indústria farmacológica nas duas fases (na fase produtiva pílula anticoncepcional e no climatério pílula hormonal como Terapia de reposição hormonal). Quem perde saúde? É a mulher nestas duas fases de sua vida biológica.

 

Terapia de reposição hormonal farmacológica ou não, existe? Pergunte a seu médico os efeitos colaterais envolvendo a ação dos estrogênios, progesterona e testosterona. Lembrar dos efeitos colaterais da tibolona e estudos envolvendo ela na década de noventa, quando foi testada nas mulheres na África, através de órgãos de saúde ligados a Organização Mundial.

 

Esqueceram seus efeitos colaterais da terapia de reposição hormonal gerando tromboses, flebites, cânceres de mama e de endométrio, entre outros… A incidência familiar de cânceres, não é levada em conta? Anos atrás estudavam a tibolona para a possibilidade do uso em reposição hormonal, e como terapia coadjuvante para ajudar o tratamento da osteoporose, os efeitos colaterais eram grandes e graves e agora todos usam… Por quê? Desapareceram os efeitos colaterais? Ou existe uma grande indústria farmacológica induzindo o uso desenfreado dela?

 

 

Orientar que atualmente o uso de isoflavonas, alcalóides derivados da soja, é TRANSGÊNICA?, podem ter efeitos semelhantes a tibolona devido aos hipersensíveis receptores de estrogênios na mama e órgãos genitais feminino.

 

A HOMEOPATIA É TESTADA EM SERES HUMANOS SÃOS E UTILIZADA PARA OS ENFERMOS ESTIMULAREM SUAS FORÇAS CURATIVAS BASEADA NA LEI DOS SEMELHANTES.

 

Todo o processo de terapia de reposição hormonal que a mulher está passando ou já passou está agora acontecendo com o homem. Esqueceram o Estudo de Minnesota e o uso de hormônio de crescimento? Suas vantagens e desvantagens? O uso de testosterona e hormônio do crescimento? Qual é o envelhecimento normal ou patológico? É possível melhorar um indivíduo modificando dieta, atividade física, tratamento homeopático e objetivo de vida, mexendo no estilo e na qualidade de vida?

 

Queremos um envelhecimento normal ou patológico? Com saúde e qualidade de vida ou envelhecendo aceleradamente cheio de doenças e sofrimento? É possível não nos intoxicarmos com drogas do uso diário? É possível fazer isto também com alimentos sadios? Podemos fazer o mesmo em relação à atividade física?

 

As seqüelas no envelhecimento são decorrentes das doenças e dos vícios e deixam muitas cicatrizes. Existe pacientes que se vitalizaram em patologias graves que não se acreditava ser possível. Cada pessoa tem a sua própria força vital e ser for possível ativá-la, e se apresentar potencial de curar obterá melhora em suas doenças.

 

O processo de envelhecer é idêntico para todos os seres humanos e a individualização ocorre na dependência do funcionamento das suas células e órgãos pessoais. A vitalidade funciona conforme o indivíduo se comportou durante a vida, semelhante processo ocorrerá na velhice. Envelhecemos como vivemos a vida. Quando a pessoa adquire hábitos saudáveis de vida, estes acompanharão até seu último suspiro.

 

Na velhice ocorrem alterações e diminuições de funções celulares, hormonais, funcionais, musculoesquelética em todos os sistemas biológicos do ser humano. Podemos minimizar o processo acelerado de envelhecer e de adoecer? Podemos retardar o processo de aterosclerose? É possível um envelhecer sadio e com qualidade de vida?

 

Nossa mente-corpo é resultado dos cuidados que tivemos com ela durante toda a vida. Se tivermos maus hábitos como: sal, açúcar refinado, álcool, tabaco, drogas, stress, insônia, sobrecarga física ou atividades insalubres, vai ter conseqüências na velhice.

 

Geralmente o sexo satisfatório no envelhecer, foi também satisfatório durante toda a vida. Uma vida saudável com atividade física moderada e uma dieta vitalizante são fatores que ajudam na terceira idade a manter a libido e a sensualidade vivas no envelhecer. Somos a experiência que aprendemos com a vida.

 

É necessário combater o estigma da ignorância que acham que o idoso é assexuado e que a sua realidade, seu nível de consciência é igual ao nível de planta, sentado em frente de uma TV, sem atividade social ou virando entretenimento, terapeutas de lazer dos netos. Eles têm desejos sensuais e sexuais e gostam de viver a vida intensamente.

 

Por Mauro Montaury Data:Mar 12, 2010 Comments :
 

Comments are closed.